24.10.08

My sweet Lord, with every mistake we must surely be learning: um post de e para beatlemaníaco

Achei um negócio lindo, maravilhoso, de chorar, no Youtube: é o show feito em homenagem ao George Harrison, logo depois que ele morreu.

Fora as coisas muito legais em termos sonoros: trinta e oito guitarras, três baterias tocando ao mesmo tempo e tudo o mais que pode ser visto aí embaixo, há algo por demais interessante no quesito regra três: a entrada de Billy Preston nos teclados e de Eric Clapton na guitarra principal.

Para quem não é beatlemaníaco, uma explicação: tanto Billy Preston quanto Eric Clapton foram os únicos sujeitos convidados a participar de gravações com o fab-four. Clapton, no Álbum Branco (o meu preferido), foi responsável pela guitarra em While my guitar gently weeps. Já Billy Preston fez uma boa quantidade de faixas em Let it be.

Como Eric pode ser considerado o quinto beatle e Billy o sexto, pode-se dizer, com as óbvias ressalvas, que o time, nos vídeos aí embaixo, chega a estar quase completo. Pena que Billy Preston tenha morrido no ano passado, deixando uma baita lacuna.

De qualquer maneira, preparem os lenços. O vocal de Preston está imbatível em My sweet Lord. A guitarra de Clapton... bem, acho que não preciso dizer algo que seja. Ringo, como sempre, uma figura. Já Paul mantém o seu eterno modo talentoso de ser.

Beatlemaníacos, uni-vos! E os que não são, venham também. Vale a pena: eu agarântio!!!

P.S - Ah: o sujeito que está ali no palco, com um violão quase maior do que ele, não é nenhuma aparição. É o George filho, Dhani.

Um comentário:

Marília disse...

Interessante pq essa música, há duas semanas atrás, foi usada numa dinâmica numa das oficinas no lá no CAPS. Eu sempre gostei dessa música e naquele momento foi mto significativa p mim. Só q depois eu ñ me lembrava mais q música era... Obrigada!!