14.1.09

Quem é o babaca, mesmo?

Leiam primeiro, depois eu comento e peço algo. Do Correio Popular de hoje:

A babaquice infesta a música pop. Leio hoje nos jornais que o astro Elton John, que fará dois shows no Brasil, exigiu que seu camarim fosse decorado com cinco rosas vermelhas e duas brancas. Até aí tudo bem. O detalhe fabuloso é o seguinte: as astes das rosas devem medir exatamente 112 milímetros.

Em seu staff pessoal virá um camarada designado apenas para fazer a medição das hastes. Se as mesmas não apresentarem o tamanho desejado pelo artista, ele promete dar chilique e ameaça não subir no palco - o que, cá para nós, não seria nada mau.

Contudo, a produção não revelou o que Elton John fará com as hastes de 112 milímetros após o espetáculo. Particularmente, acho as medidas muito pequenas para o histórico do cantor.


E então: chocados? Abismados? Embasbacados? Pois é: este texto foi publicado numa coluna do caderno de cultura do grande jornal de Campinas, que deve ser o maior em tiragem do interior de SP.

Foi escrito, por acaso, pelo mesmo sujeito que escreveu aquele texto mequetrefemente bizarro sobre a questão Israel/ Palestina. Normalmente ele escreve sobre sambas e botecos. Agora anda exercitando a sua anencefalia em outras áreas.

Uma das questões que me deixam estupefato e que deve ser retomada é a seguinte: que alguém escreva com a articulação mental e preconceitos de um quiabo, vá lá, mas e aquele que trata das coisas que devem ser ou não impressas - não deveria ter um mínimo de bom senso?

Ora, temos aqui um texto que nada informa, que não possui sequer uma linha crítica - no sentido cordato da palavra - e que além e acima de tudo é declaradamente e, desculpem a expressão mas não há como dizer de outra forma, nojentamente homofóbico.

O que fazer?

Estou encaminhando este texto para a editora do caderno "cultural" do jornal. Pra quem quiser reclamar, ou fazer o mesmo, o endereço é: daniela@rac.com.br.

Pra terminar, um videozinho pra gente se lembrar de como Elton John é realmente um artista péssimo. E nem vou comentar o fato de sempre ter achado de que se trata de um dos sujeitos de comportamento mais respeitável e digno do todo o mundo pop. Deixa isso pra lá: não vem ao caso.

3 comentários:

Rodrigo disse...

Ou vc tá apaixonado pelo cara ou quer o lugar dele.....rsrsrs. Pior que a censura do Estado e a censura do privado...

Livoca disse...

eu gosto do elton john.

Fabiano Conte disse...

Rodrigo, Rodrigo: quanto ao primeiro caso, posso até pensar na segunda possibilidade, o que não seria mal a quem quer que fosse.

No segundo: olha a borracha que vc acabou de dizer, meu amigo. O senhor é um adevogado, deveria lidar melhor com estas questões.

Um beijo pra vc... hehe